segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O QUE É?

A ONU e a UNESCO vem ao longo dos anos orientando a todos os Povos do Mundo para que se unam em torno desta questão tão crucial: “Preservar a Paz no mundo”, através de manifestações culturais, eventos, seminários, simpósios, congressos, etc. e que é dever de todo o cidadão consciente e preocupado com o futuro das nações, trabalhar pela Paz.
É neste momento, conturbado pela violência urbana e pelas guerras, que temos que nos unir e encontrar soluções para minimizar as hostilidades, a violência nas escolas, no trânsito, comunidades, países com falta de alimentos e com conflitos raciais e sociais.
A Arte e a Cultura Popular são bens vitais do patrimônio cultural de todos os povos do mundo. Mediante o fomento, proteção e conservação entre as tradições e inovações, estes bens deverão servir ao bem estar de toda a humanidade, contribuindo para a aproximação dos povos e da Paz Mundial.

Uma cultura popular rica e florescente demonstra a felicidade dos homens e contribui de maneira essencial para a convivência dos homens em paz, segurança e harmonia, estabelece as bases de criatividade, responsabilidade social e amor ao próximo. A Cultura popular é uma expressão de identidade cultural.
O conhecimento da história e da cultura de outros povos ,portanto  contribui e reduz os conflitos, criando tolerância e Paz.

A Cultura de Paz está relacionada à prevenção de conflitos, pois é uma cultura baseada em valores e compromissos com os direitos individuais de cada um, promovendo o respeito a liberdade de expressão e à diversidade cultural. Promover a resolução dos conflitos sempre por meio da negociação, diálogo  e da mediação, procurando a PAZ é um dos programas concebidos pela UNESCO, com a Década Internacional de uma Cultura de Paz e Não Violência. Mobilizando centenas de instituições da sociedade civil e do governo por meio de ações e projetos , o programa tem beneficiado milhares de pessoas no mundo todo.
Com estes princípios é que iniciamos o nosso projeto Gestão da cultura de paz e de não violência, como forma de contribuir para uma diminuição da violência nas escolas, que teve o seu começo no ano de 2006, após a nossa participação do II SALÃO INTERNACIONAL DE INICIATIVAS DE PAZ, realizado em maio de 2006 na cidade de Paris-França. Desde outubro de 2006, por meio da ONG Abrasoffa - Associação Brasileira dos Organizadores de Festivais de Folclore e Artes Populares, as oficinas têm sido aplicadas,  incluindo o Correio da Paz que recentemente foi aplicado na cidade de Athira-Paraguai, alcançando bons resultados.
Em 1997, a assembleia geral das Nações Unidas proclamou o ano de 2000 o Ano Internacional da Cultura de Paz, e em 1998, declarou o período de 2001-2010 a década Internacional da Cultura de Paz e não violência para as crianças do Mundo”.
A cultura da Paz tem como objetivo assegurar a transição da cultura de guerra, de violência, de imposição e de discriminação à cultura da não-violência, do diálogo, da tolerância e da solidariedade.
A UNESCO ressalta que a Cultura de Paz ajuda as pessoas pelo mundo afora a viverem em concordância com os próprios princípios que inspiraram a criação da Organização   e por isso trabalhamos os seguintes eixos, diretrizes da UNESCO:

1.Cultura de Paz através da Educação;
2. Economia Sustentável e Desenvolvimento Social;
3.Compromisso com todos os Direitos Humanos;
4. Equidade entre os Gêneros;
5. Participação Democrática;
6.Compreensão - Tolerância – Solidariedade;
7.Comunicação Participativa e Livre Fluxo de Informações e Conhecimento.
8. Paz e Segurança Internacional;


Helena Lourenço
Mestre em Gestão de Negócios, Pós Graduação em Terceiro Setor e Bacharel em Turismo.

Nenhum comentário:

By Helora Schlegel Bello Silva

`